Artigos de Marco Janeiro

Touch Me!

Zhed, o puzzle game português para levar para todo lado (até o WC)

Zhed é o novo puzzle game mobile desenvolvido pelo estúdio Ground Control. E é tão viciante que vai ir connosco para todo o lado. Até o WC.

Opinião

Primeira jornada da LPLoL “reabre” o velho cinema do Fórum Picoas

A primeira jornada da Liga Portuguesa de League of Legends, a LPLoL, já decorreu. Teremos dado um passo em frente no espaço competitivo nacional?

Opinião

Uma espécie de Jorge Mendes dos eSports

Foi a promessa feita no lançamento da empresa Bitzer.

Board Games & Chicken Wings

Tabletopia é outro mundo!

Tabletopia é o segundo “jogo” desta semana que promete ser um bom substituto digital para os jogos de tabuleiro.

Board Games & Chicken Wings

TableTop Simulator

TableTop Simulator não é uma conversão em videojogo da experiência de jogar jogos de tabuleiro. TTS é um simulador de jogar board games.

Touch Me!

Pokémon Duel

Pokémon Duel é metade boardgame, metade vício de trazer no bolso.

Opinião

A Viagem no Tempo por Portugal e por Terras Viking

Entre a série da RTP Ministério do Tempo e o Early Access de Expedition: Vikings, há uma viagem temporal a cumprir.

A Hora do Meh

SkyTime ou Os Jogadores: bilhete só de ida para Meh!

Skytime (o jogo indie) e Os Jogadores (série da RTP) são duas tentativas aquém das suas potencialidades.

Caça ao Índio

Streets of Rogue: um estereótipo de jogo?

No primeiro artigo para o Rubber Chicken, o Marco Janeiro fala das horas em que deambulou pelas ruas estereotipadas de Streets of Rogue.