Opinião

Opinião

Darwinismo ou ganância?

Depois do sucesso inesperado de Fortnite, a Epic Games guardou Paragon e Unreal Tournament na gaveta.

Opinião

Prontos… Jogador Um. Finalmente.

Muito atrasada, uma análise ao livro Ready Player One.

Opinião

Não há arenques vermelhos no mar de Barents. Acho eu

O novo jogo da Astragon leva-nos então a esse local místico do qual praticamente só ouvimos falar em noticiários, a Shangri-Lá das pesca, o El Dorado da faina. Falamos, obviamente, do Mar de Barents.

Opinião

O sítio para usar sapatos de vela virtuais (enjôos não incluídos)

Sailaway: The Sailing Simulator pertence a um nicho, e mesmo dentro desse nicho está destinado a um pequeno grupo de pessoas interessadas em vela.

Opinião

Keep talking and nobody explodes! Oh não explodiu!

Keep Talking and Nobody Explodes (KTNE) é um jogo com um conceito simples. O que não faz dele menos divertido.

Opinião

Um ano de Switch

Um ano depois, como está a Nintendo Switch?

Caça ao Indie, Opinião

Aquele bar Cyberpunk ao fundo da rua

The Red Strings Club é mais do que um indie cyberpunk. É uma das melhores obras narrativas a serem desenvolvidas neste ambiente.

Opinião

Metal Gear: órfão de pai, zombie de mãe

Metal Gear Survive é a tentativa da Konami de provar que consegue fazer algo sem a mão de Kojima a guiar. Mas falha de forma desrespeitosa.

Opinião

Pokémon Crystal: o ponto de definição de toda a série

Pokémon Crystal marcou a geração que definiu o que deveria ser um jogo de Pokémon.

Opinião

American Angst: Um pequeno livro interactivo de terror

American Angst abre com um aviso de que contém Violência Gráfica, Linguagem Explícita, Humor Negro e outras coisas más.